Publicado por: inclusaodigital | 18 de outubro de 2011

Continuando a falar sobre Cultura afro-brasileira:

A Caixa Econômica Federal fez peça publicitária no qual o escritor Machado de Assis, que era mulato e pardo, foi interpretado por ator de cor branca. O “embranquecimento” do escritor provocou protestos da SEPPIR (Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e de ativistas que defendem o “enegrecimento” de mulatos, caboclos, cafuzos e todos os outros pardos e mestiços. A Caixa, que faz parte do mesmo governo federal petista, enviou pedido de desculpas à SEPPIR dirigindo-se não aos mestiços, mas ao negros. A Caixa produziu, então, esta nova propaganda sobre Machado de Assis na qual um ator de cor preta representa o escritor de cor parda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: